terça-feira, 7 de fevereiro de 2006

Sharing lives...

"Éramos três velhos amigos, e cada um estava tão à vontade junto dos outros que não tínhamos o sentimento de estar juntos, apenas estávamos ali. (...) Meses, talvez anos, podem haver passado sem que os três se vissem ou se escrevessem; mas aqui estamos juntos tão à vontade como se o tempo todo tivéssemos feito isso."
(Trecho de "Os Amigos na Praia", de Rubem Braga)

Amizade é um negócio muito muito legal, né não?! Neste final de semana eu pude reafirmar isso, pude sentir como é forte o vínculo entre certos amigos, pude ver que passar mais de um ano distante de alguém não necessariamente diminui a importância e o sentimento que vocês têm um pelo outro.

Quem é que poderia imaginar, em meados de 2001, na 7ª série, que cinco anos depois nós estaríamos ainda juntas, rindo das mesmas coisas (e de outras), nos divertindo como antes, falando de Harry Potter, dizendo bobagens, reunidas "como nos velhos tempos"?!!

Houve um tempo em que eu tinha medo de esquecer, de ser esquecida, de olhar fotos dos tempos de escola e não lembrar dos nomes de gente que um dia foi importante pra mim. Mas aí eu vi que certas coisas a gente não esquece: elas fazem parte de quem a gente é.

Quem tem amigos nunca está só, indepentende da quantidade de pessoas ou de problemas ao seu redor. Por piores que as coisas estejam (ou pareçam), aquele que é amigo sempre encontra refúgio na amizade em si - um alento mesmo no mais denso dos ares.

2 comentários:

Geo* disse...

Lindooo³!
Eu tbm tinha ou tenho medo disso... mais eu vi q o tempo passa, mais as coisas importantes e principalmente pessoas importantes ficam... nem q seja só na nossa memoria, nas fotos... sempre vamos lembrar deles, com carinho, e relembrando coisas q o tempo, nem o vento levam...
Amigos... algo pra sempre.
Os amores se vão, mais os amigos ficam!=D
*~
Fico demais o seu texto... profundo.

Gilio disse...

Eu já disse que tenho medo de vc escrevendo? o.O
hahaha
queridaaaaa
espero ser um desses amigos que não se separam, com vc
bjo enorme patifa