terça-feira, 29 de janeiro de 2008

O Retorno da Múmia =O

Assim que pensei em reativar o Blog, me veio à mente a imagem de uma daquelas múmias de desenhos/filmes/gibis, que ganham vida novamente e saem dos seus sarcófagos assustando todo mundo (ia escrever "saem para assustar todo mundo", mas "para" dá a impressão de que elas saem com essa finalidade, e as múmias sempre me pareceram bastante inocentes).
Enfim, a imagem surgiu, eu a espantei e me peguei a pensar no que ia escrever pra reinaugurar meus escritos. Mas a múmia resolveu me perseguir. Eu divagando por entre idéias, sentimentos e tal, e a múmia aparece caminhando num canto, com aquele andar robótico. Por que será que elas andam daquele jeito? E por que elas sempre têm ataduras soltas nos braços? E, aliás, por que elas (bem como toda sorte de outros mortos-vivos) sempre andam com os braços para frente?
Uma vez eu acordei no meio da noite com um dos braços erguido para o alto, que nem múmia quando vai levantar, e não sei até hoje como ele foi parar lá. Eu sonho bastante, mas atos sonâmbulos nunca foram minha praia.
Bom, mas de volta às múmias, ainda vou aprender como elas fazem pra levantar daquele jeito: todas eretas (uuuuuuh! hahahaha, esse cursinho!!!), os braços sempre adiante do corpo. Sem apoio nenhum! Sem nem ao menos dobrar os joelhos pra ter impulso. Fabuloso! Mas deve exigir uma musculatura poderosa - e cadavérica, já que eu só vi mortos-vivos fazerem isso. Acho que quando eu morrer vou tentar.

2 comentários:

Lola disse...

Viva a modernidade! Faço uma pesquisa no Google - assaz restrita, com expressões entre aspas - a fim de me certificar da grafia correta de determinada palavra e acabo tendo acesso a divagações semelhantes às minhas.
Pra começar, a busca propriamente dita me remeteu àquele post envolvendo o Carnaval, escrito em 2006. Descreve exatamente o que penso todos os anos sobre tal festividade, com sutis diferenças ligadas apenas a fatores historicamente contextuais. Se a sensação de "heresia" perdurou, tens uma companheira de fogueira. =)
Quanto ao momento contemporâneo, pude constatar que és mais uma vestibulanda de Medicina em faculdades federais adepta da abstinência virtual, colocada em prática no ano de 2007, o que justifica a "liviagem" em torno do retorno ('em torno do retorno', uma gafe que não merece ser apagada, e sim motivar a redação de um verídico monólogo pejorativo: - Que merda, Paola.) das múmias ao mundo dos vivos. Porém, nesse caso, trata-se de um retorno do mundo dos vivos. Procede? Haha.
Se estiveres definitivamente retornando ao submundo, assim como eu; aberta a novas e-friendships e não houver problema em "teclar" com uma desconhecida, a qual só apresenta ameaças advindas de sua excentricidade, pode adicionar em alguma categoria bem humilde da tua lista de contatos do msn o ser que vos "paga pau": lollapop@msn.com
Anyway, só queria demonstrar o meu apreço pelas tuas idéias, viagens... whatever. Parabéns pelo blog e pelo fotolog! Sucesso, guria, independente de ter passado ou não no vestibular e do que resolver fazer ou não da vida daqui adiante. Hehe.

João Pedro disse...

Brilhante

uhauauauhauhhua

Simplesmente Brilhante!

http://vintelados.blogspot.com/